Psicologia para mediação de conflitos

Breve histórico e introdução da ciência da psicologia. Relações entre Psicologia e Direito. Importância do Estudo da Psicologia Jurídica. Análise Psicológica do Relacionamento do Judiciário com a Sociedade e a Mídia. Mecanismos Autocompositivos. Técnicas, Procedimentos, Posturas, Condutas e Mecanismos Aptos a Obter a Solução Conciliada dos Conflitos.

 

Objetivo Geral

Capacitar os participantes para a compreensão e utilização dos conceitos da psicologia, em especial da psicanálise para atuar na solução de conflitos.

Objetivos Específicos

  • Apresentar o histórico da psicologia jurídica no Brasil e no mundo;
  • Analisar a importância da teoria psicanalítica para  compreensão sobre o conflito;
  • Apresentar as técnicas psicológicas mais adequadas em sessões conjuntas e privadas de conciliação/mediação;
  • Auxiliar na compreensão do uso de técnicas fundamentadas na psicologia para profissionais não psicólogos;
  • Proporcionar estratégias e ferramentas para uso do conhecimento da psicologia  em casos de mediação de conflitos familiares e organizacionais.

 

Conteúdo Programático

 

UNIDADE  I – Breve histórico e introdução da ciência da Psicologia

    1. História da psicologia moderna
    2. Os processos psicológicos básicos
    3. Psicanálise e as teorias da personalidade

 

UNIDADE II – Psicologia e Direito

2.1. Importância do estudo da psicologia jurídica : diferentes abordagens

2.2. Atividades e funções do psicólogo jurídico

2.3. A psicologia jurídica e as interfaces com a psicologia social: influência social, preconceito e discriminação.

 

UNIDADE III – Técnicas psicológicas mais adequadas em sessões de conciliação /mediação 

3.1. Conflito, violência, poder e potência

3.2. Manejo de conflitos: diferentes modelos de mediação/negociação

3.3. Método integrativo: do caos a organização

 

UNIDADE  IV – Análise e discussão de casos 

 

4.1. Conflitos familiares

4.2. Psicanálise, organizações, conflito e trabalho na pós-modernidade

4.3. Conflitos intergrupais: pertença social e paradigma do grupo mínimo.

 

Metodologia (Dinâmica das Aulas)

  • Dinâmica de Sensibilização
  • Atividades vivenciais
  • Expositiva dialogada
  • Exercícios didáticos
  • Filmes

 

Bibliografia Básica

FIORELLI, José Omir; MANCINI; Rosana Cathypa Ragazzoni. Psicologia jurídica. São Paulo: Atlas, 2009. 422p.

ZIMERMAN, David (Org.). Aspectos psicológicos na prática jurídica. 2 ed. Campinas: Millenium, 2008. 672p.

MIRA y LOPES, Emílio. Manual de psicologia jurídica. 3.ed. Belo Horizonte: Impactus, 2009. 272p.

 

Bibliografia Complementar

LAPLANCHE, Jean; PONTALIS, J. B.; TAMEM, Pedro. Vocabulário de psicanálise. 4.ed. São Paulo: Martins Fontes, 2004. 552p.

DEJOUS, Christophe; ABDOUCHELI, Elisabeth; JAYET, Christian. Psicodinâmica do trabalho: contribuições da escola defouriana à análise da relação prazer sofrimento e trabalho. São Paulo: Atlas, 1994. 145p.

DEJOURS, Christophe. A banalização da injustiça social. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006.

SÓFOCLES, Édipo. Rei antígona: texto integral. São Paulo: Martin Claret, 2003, 143p.

FRANÇA, Ana Cristina Limongi. Stress e trabalho: uma abordagem psicossomática. 2.ed. São Paulo: Atlas, 1999.154p.

ZIMERMAN, David (Org.). Aspectos psicológicos na prática jurídica. 2.ed. Campinas: Millenium, 2008. 672p.

SPECTOR, Paul E. Psicologia nas organizações. São Paulo: Saraiva, 2005. 451p.

 

Programação

Data
Data
a definir
Horário
Horário
8 as 18h Certificado de 8h
Investimento
Investimento
R$300,00 (profissional) R$150,00 (estudante)
Tem interesse?
Faça seu pré-cadastro.
josecxsta
PROFª DRª ALESSANDRA DEMITO FLEURY
PROFESSOR(A) DO CURSO
Possui Doutorado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás- PUC-GO (2013), mestrado em Psicologia pela Universidade Católica de Goiás- UCG (2006) e MBA-E em Desenvolvimento de Executivos em Gestão e Economia Empresarial pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Possui experiência profissional com consultora interna e externa na área de gestão de pessoas e desenvolvimento de lideranças organizacionais em empresas de grande e médio porte. Atualmente é coordenadora de recursos humanos, professora e supervisora de estágio em Psicologia Organizacional e do Trabalho na Universidade Salgado de Oliveira e Sócia Diretora da Elevè Desenvolvimento Humano. Desenvolve pesquisas na área de Clínica Psicodinâmica do Trabalho, investigando o papel do gestor na organização do trabalho e na saúde mental dos membros da sua equipe.
Quer alcançar seus objetivos? Fale conosco!